Asec-Guarulhos
logo

Associação dos Empresários

de Cumbica

cumbica

HOME < ASECNEWS < Evento do Dia da Indústria reúne diversas celebridades

Evento do Dia da Indústria reúne diversas celebridades

Guarulhos, 07/06/2010 00:00:00


O evento em comemoração ao dia da Indústria, no dia 27 de maio, no Open Hall, organizado pelo CIESP Guarulhos (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) reuniu cerca de 500 pessoas, que acompanharam a entrega do prêmio “Industrial do Ano 2010” a Vanderley Nunes Bastos, da empresa Filtertek.

O troféu foi entregue presidente do CIESP, Daniele Pestelli, e pelo prefeito Sebastião Almeida e em seguida, o presidente da Câmara, Alan Neto (PSC), e o vereador Paulo Sérgio (PV), fizeram uma breve solenidade de outorga do título de “Industrial do Ano” em nome da Câmara Municipal de Guarulhos.

As empresas parceiras do CIESP, que apoiam os eventos da entidade, foram consagradas com uma placa “Empresa Amiga da Indústria”.

O CIESP ofereceu pela primeira vez desde a criação do prêmio uma comenda aos prefeitos de Mairiporã, Antônio Aiacyda, e de Guarulhos, Sebastião Almeida, receberam uma comenda do CIESP.

Receberam o prêmio: Prefeitura de Mairiporã, Academia Runner, Invest Trabalho Temporário, Aché Laboratórios, Guaru Ligue Taxi, AWF Copiadoras, Paris Buffet, Cummins, DWR Importação e Exportação, Fanem, Fesma, Glasser, Karina, Lepe, Mestre Café, Puratos, Reis Office, Schwing Stetter, Securit e Seisa.


Vanderley Nunes Bastos é o "Industrial do Ano 2010"
Por Fabiana Blanco

Quando se fala no nome de Vanderley Nunes Bastos já se pensa em consciência ambiental. Isso pelo seu responsável e visionário trabalho de preservação ambiental e sustentabilidade.

Escolhido para receber o prêmio "Industrial do Ano" do CIESP Guarulhos, Vanderley diz que consciência ambiental deixou de ser um assunto restrito a cientistas e a entusiastas como ele. "O tema muitas vezes visto como árduo, no passado, agora ocupa as manchetes de jornais e, até, as colunas sociais. O que era chato ficou chique", disse o laureado.

Para Bastos, empresas, mídia, governos, bancos, astros de Hollywood, presidentes de grandes nações, passaram a discutir – com urgência – como fazer para salvar o homem do aquecimento global e seus efeitos nefastos para a sociedade, e melhorar a qualidade de vida na Terra. A noção de sustentabilidade começa a ganhar as indústrias e as ruas.

Trajetória empresarial
Nascido em Cachoeira Paulista, no Vale do Paraíba, este engenheiro civil e advogado, com MBA na USP e FGV, e mestrado em Administração na Universidade de Harvard veio para Guarulhos em 1974, ainda criança. Iniciou sua trajetória empresarial em 1997, na Filtertek do Brasil, empresa de peças plásticas técnicas, com o grupo americano Esco Company. Atualmente é diretor superintendente da Filtertek que foi adquirida pelo grupo, também americano, ITW.

Bastos é presidente da ACM Guarulhos, diretor da ACM São Paulo e colabora com várias entidades beneficentes.

Responsabilidade social
Como empresário consciente, Bastos acha que hoje o empresário tem uma responsabilidade social. Para ele, o Estado é muito falho com respeito ao suporte das necessidades básicas da sociedade, portanto, os industriais de modo geral são peças fundamentais para abrandar os diversos problemas e desigualdades de nossa cidade. "Os empresários devem fazer sua parte na construção de uma sociedade mais igualitária e eco sustentável", disse.

Responsabilidade ambiental
Quanto à responsabilidade ambiental, para ele felizmente é um caminho sem volta, porque ela chegou pra ficar, e está mudando a forma como os empresários devem ver seus negócios. "Essa responsabilidade deixou de ser uma utopia para se tornar uma realidade de mercado, para muitos, significa apenas a evolução normal da sociedade, enquanto para outros empresários ligados nas reais mudanças e novas exigências da sociedade, é sinônimo de oportunidades". Bastos acredita que está nascendo um novo consumidor, com expectativas e comportamento diferentes, mais exigentes e conscientes de suas responsabilidades com o meio ambiente.

Recentemente, Vanderley iniciou o projeto Ecopark com o plantio de milhares de árvores no terreno da Associação dos Rotarianos, garantindo um "pulmão verde" na área central da cidade, além do embrião da futura "Universidade Livre do Meio Ambiente". O projeto envolve vários segmentos da sociedade civil: ACM, escoteiros, escolares, empresários, profissionais liberais e membros dos clubes de serviço.
Atualmente, Vanderley está desenvolvendo o Manual de Boas Práticas de Sustentabilidade, junto com Paulo Peixoto, José Almeida Chagas e Sandro Oliveira Chagas. "Estamos também planejando para o segundo semestre o Fórum Industrial de Sustentabilidade Ambiental", informou o laureado.

O futuro da indústria
O futuro da indústria nacional diante do desenvolvimento sustentável, o "Industrial do Ano" enxerga o nascimento de uma nova cultura em caráter irreversível, com uma real quebra de paradigmas e de modelo. "No futuro novas indústrias sustentáveis estarão mais descentralizadas, fomentando uma maior independência nas grandes cidades. Os sistemas de valores que enfatizam a quantidade, a expansão, a competição e a dominação, darão lugar à qualidade, à conservação, produtos mais duráveis, à cooperação e à solidariedade. À medida que a acumulação de riqueza material perder sua fatigante importância, a brecha entre ricos e pobres se estreitará, eliminando muitas tensões sociais", enfatizou.

Para Vanderley Bastos as empresas que perceberem as demandas para mudanças de postura, viverão uma era de oportunidades e desafios. "Além das indústrias, quem mais tem a ganhar com tudo isso é o ser humano e o planeta", finalizou.


Regiane Balthazar
Jornalista – MTB: 44.022

VEJA TAMBÉM

Regional Cumbica realiza 44 ordens de serviços no mês de abril

Lançamento do “Análise Guarulhos” marca 11º aniversário da Agencia de desenvolvimento de Guarulhos.

Campanha ASEC do bem – Colabore!

Fone: (11) 2412-6054

Av. Santos Dumont, 1.975
Cumbica - Guarulhos/SP - CEP 07220-000

© 2021 ASEC - Todos os direitos reservados

Mídia KitCom Comunicação ©
logo logo